jusbrasil.com.br
19 de Outubro de 2021

Argentina aprova legalização do aborto no País

Jucineia Prussak, Advogado
Publicado por Jucineia Prussak
há 8 meses

A Argentina recentemente, em votação histórica legalizou o aborto até a 14 semana, antes era permitido apenas nos casos de estupro ou risco de morte da mãe.

Com a decisão da legalização do aborto, a mãe poderá de forma voluntária optar pelo aborto até a 14 semana de gestação, atualmente temos 67 nação que tornaram a conduta atípica, ou seja, ocorreu, a descriminalização da conduta.

A justificativa para a legalização do aborto é a preservação da saúde da mulher, e fim dos abortos clandestinos.

Minhas publicações são frequentes no Jusbrasil escolha a sua melhor forma de me acompanhar Página Facebook -Dicas.

Intagram: https://www.instagram.com/jucineia_prussak_advogada/

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Para a mulher ter direito ao aborto sob justificativa de aborto clandestino, seria o caso de legalizar muitos crimes, afinal, quantos roubos é assaltos não terminam com vítimas mortas? Se o argumento é autonomia do corpo, seria o caso da pensão ser opcional ao homem, afinal, ele deve ter autonomia sobre o salário não é? Ou será o homem um mero pagador de pensão quando a mulher quiser? continuar lendo

Aborto, exceto os casos previstos em Lei, é o mais cruel dos assassinatos.

Aborto, exceto os casos previstos em Lei, é o mais irresponsável dos assassinatos.

Aborto, exceto os casos previstos em Lei, é o mais covarde dos assassinatos.

Aborto, exceto os casos previstos em Lei, é para irresponsáveis, e pregar irresponsabilidade e p PILAR de toda doutrinação comunista em nossa país. continuar lendo